Primeira parada – Bangkok

Parece mentira, mas desde muito nova eu já sonhava em conhecer Bangkok. Não sei de onde surgiu essa vontade, só sei que na minha cabeça sempre vinha aquela imagem de uma cidade misteriosa, com mercados imensos e pessoas vendendo escorpiões no espeto e outras comidas exóticas. O mercado flutuante então, quantas vezes não me imaginei passeando por aquele lugar e conversando com os comerciantes locais…

Pois bem, eis que o dia chegou e, Bangkok, lá vamos nós!!!! =D

Foram apenas 3 dias e 3 noites em Bangkok, mas bem aproveitados. Conseguimos visitar os templos mais famosos, como o Grand Palace e o Buda Deitado. Claro que também visitamos o Floating Market (Mercado Flutuante). Conhecemos um dos maiores mercados de toda a Ásia (Chatuchak, também conhecido por JJ Market). Fomos ao zoológico, andamos de tuk-tuk, assistimos a um Ping-pong show (que vergonha!) e comemos muita, muita comida típica.

a) Sobre os hotéis:

Optamos por ficar em um área badalada e, claro, tinha que ser a Khao San Road, rua famosa em Bangkok pela localização central e, principalmente, pela alta concentração de mochileiros. Escolhemos o hotel com a ajuda do Trip Advisor e fomos parar no Rikka In, que parecia ter o melhor custo-benefício. Não me arrependi da escolha, apesar dos quartos serem bem pequenos e não oferecer café da manhã, tudo era bem limpo, os funcionários (principalmente as arrumadeiras) eram bem prestativos, tínhamos internet free e uma piscina ótima! Pagamos cerca de 35 dólares australianos pela diária do quarto duplo e acho que foi bem pago. É claro que dá pra conseguir hotéis muuuito melhores, assim como diárias bem mais baixas. Li sobre hostels por cerca de $10/dia. Mas achamos mais conveniente pagar um pouquinho a mais pra ter privacidade e melhor limpeza.

b) Sobre a Khao San Road

Pessoalmente eu esperava um pouco mais da Khao San. Acho que criei uma imagem na cabeça de uma rua mais ampla e com mais opções. Devido ao grande número de turistas, não poderia ser diferente, a rua é MUITO comercial. O que não falta são casas de massagem, lojinhas de roupas e souvenirs oferecendo os mesmos produtos e restaurantes. O clima, porém, é ótimo, principalmente caso você não se importe com o assédio dos vendedores e taxistas.

Na Khao San eu altamente recomendo as casas de massagens. Aliás, é um pecado ir a Tailândia e não se render as famosas massagens de lá (com precinhos super em conta, por sinal. A partir de $5 por 30 minutos do serviço nos pés).

Dá pra se comer muito barato também. Vimos várias barraquinhas vendendo um prato de Pad Thai (comida típica) por $2 dólares. Nós preferimos comer em restaurantes mesmo. Gastávamos em média $7 dólares por refeição com bebida, mas garantíamos a higiene do negócio (eu espero!). De novo, em vários blogs encontrei gente dizendo que gastou 2, 3 reais (pasmem!) por refeição. Gente, dá pra gastar isso, mas sinceramente, eu não consegui arriscar comer mais de uma vez em barraquinhas e olha que eu não sou fresca. O que acontece é que nesses locais geralmente a falta de higiene é muito visível, daí optamos por preservar o estômago e não correr o risco de perdermos parte da viagem no banheiro. Rs.

Ah, eu amo comida tailandesa, mas pra quem não gosta a boa notícia é que praticamente todos os restaurantes oferecem outras opções no menu.

Além disso, há vários restaurantes e pubs legais que merecem ser visitados, principalmente na Rambuttri (rua paralela a Khao San)

c) Sobre negociação: É impressionante, todo vendedor tem paixão por negociar. Geralmente eles vão colocar um preço lá em cima e pedir pra vc dar o seu. Odiei isso, a sensação que eu tinha era que, caso você começasse a negociação, no final das contas teria que comprar, já que eles sempre ficavam estressados e mal educados caso você não concordasse com o valor final. Aliás, achei os vendedores, de um modo geral, bem mal educados em Bangkok. Não sei se eles estão cansados de turistas, sei que fui levemente mal tratada algumas vezes, o que diminuiu um pouco minha paixão pelo local.

***

Tá ficando longo, né?! Vou parar por aqui e amanhã conto mais sobre Bangkok.  Beijoos!

 

Ps: Infelizmente não fizemos muitas fotos na Khao San, logo algumas das fotos abaixo vem de fontes variadas na internet. Não consegui achar o crédito de todas, então se alguma foto for da sua autoria e você quiser que eu remova ou credite, favor enviar um e-mail para alinegreicy@gmail.com

 

 

Advertisements

One thought on “Primeira parada – Bangkok

  1. Que deliciaaaaa amigaaaa! Vai preparando o nosso roteiro para 2016, já avisando que bankok não esta na lista pq vou passar fome! kkkkkkkkkkkk Quero ver todas as fotos e saber de tudo, continua postando!!!!!! =** lov u!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s